Como diferenciar limpeza, desinfecção, higienização, sanitização e esterilização?

A pandemia do novo coronavírus tem trazido diversos assuntos e medidas à tona. A higienização tornou-se uma necessidade cada vez mais lembrada e abordada. No entanto, ainda restam muitas dúvidas quanto aos procedimentos de higienização adequada dos ambientes. Como higienizar de forma segura?

Conter a proliferação de um vírus não é nada fácil. Para piorar, quando as informações se cruzam, fica muito difícil entender a diferenciação entre os termos e conceitos que podem reduzir os níveis de contágio. Por isso, neste artigo vamos explicar quais as diferenças entre os conceitos de limpeza, desinfecção, higienização, sanitização e esterilização.

Limpeza

Segundo a Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional (Abralimp), limpeza é basicamente a remoção da sujeira de superfícies. A utilização de um produto químico no processo convencional de limpeza pode promover uma redução de até 60% de microbiologia, caso o trabalho seja feito com boa esfregação e enxágue. A limpeza por si só não é o suficiente para remover vírus e bactérias.

Desinfecção

Para desinfectar um ambiente, é necessário fazer uso de um desinfetante de uso geral, produto que busca remover das superfícies 99,999% das bactérias, germes e vírus, assim como o Covid-19, reduzindo-os a níveis não patogênicos. O tempo médio de contato não pode passar de 10 minutos.

Higienização

Por sua vez, a higienização é o processo de limpeza seguida da desinfecção. Para higienizar, é preciso fazer uma limpeza completa eliminando todas as sujidades do ambiente, e posteriormente, efetuar a aplicação de um desinfetante apropriado.

Sanitização

Já a sanitização é a opção mais apropriada para a indústria alimentícia. Ela prevê a utilização de sanitizantes específicos capazes de eliminar níveis de componentes microbiológicos. Esse processo não se aplicaria ao dia a dia. Comparado à desinfecção, ele remove 100 vezes menos microrganismos.

Esterilização

A esterilização de um ambiente se dá pela limpeza através de processos físicos ou químicos restritos. Esse processo é uma ótima opção para locais que exigem segurança completa e eliminação de 100% dos microrganismos, como salas cirúrgicas de hospitais. Já em ambientes residenciais e empresas em geral, é recomendado o processo de higienização.

E aí, gostou de saber as diferenças? Então aproveite para conhecer como a C-Tank pode ajudar sua empresa com Bio-descontaminação de Embarcações Offshore.