Quando um serviço é realizado a partir da costa marítima, chamamos de offshore (“off” = fora e “shore” = “costa”, em inglês). Dentre eles está a limpeza de tanques de navios, já que ação é feita fora da costa, no mar.

Neste post, vamos aprofundar em diferentes aspectos da limpeza voltada principalmente para as plataformas de petróleo. Trata-se de uma limpeza planejada em que todo o procedimento é bastante específico, com particularidades que exigem cuidados com a segurança e respeito ao meio ambiente. Continue acompanhando para saber mais.

Entendendo a limpeza de tanques de navios no geral

Quando uma plataforma petrolífera não tem a higienização devida, o índice de riscos para o meio ambiente pode aumentar em níveis desproporcionais. Sem falar do desgaste que pode ocorrer na vida útil dos tanques.

A limpeza de tanques de navios de petróleo deve ser acompanhada por todas as regras de segurança do setor, já que esse serviço envolve ações de remoção de contaminações e resíduos em ambiente vulnerável.

A realização desse tipo de limpeza envolve etapas minuciosas como:

  • medição da concentração de gases;
  • troca de ar;
  • retirada do lodo;
  • limpeza com água quente;
  • secagem por sucção.

A empresa que presta um bom serviço de limpeza offshore precisa valorizar a segurança antes de tudo. Experiência no trabalho e qualificação profissional também são pilares fundamentais. Lembrando que as leis são muitas, e devem ser conhecidas. Só assim, a satisfação do cliente será um resultado colhido graças ao aprimoramento dos processos, a prevenção de acidentes e a preservação do meio ambiente.

Além disso, vale lembrar que é essencial contar com uma cadeia logística eficiente, já que as demandas das unidades marítimas e embarcações exigem um trabalho pontual e ágil.

O procedimento em geral é feito pelo sistema de hidrojateamento e auto vácuo. A seguir, vamos explicar melhor como funcionam estes processos.

Como funciona o hidrojateamento

O hidrojateamento é uma técnica voltada para a limpeza de tanques de navios de petróleo. Usa-se jatos de água para remover a sujeira. Há variados níveis de pressão, incluindo a ultra-alta, que equivale a 2.800 bar. Essa alta velocidade causa uma pressão removedora que não danifica o tanque. Por isso, trata-se de uma técnica indicada para diversos tipos de limpeza em setores variados. Por sua vez, os resíduos gerados são absorvidos e transportados por um caminhão de sucção.

Dentre as vantagens do hidrojateamento, podemos indicar, em primeiro lugar, o uso da água potável, pois isso dispensa os riscos provenientes do trabalho que é realizado com aditivos químicos.

Mas este não é o único benefício. Quando a força da água é utilizada para efetuar a limpeza e a desobstruir os reservatórios sem agredir a superfície, várias vantagens são geradas. Dentre elas:

  • economia;
  • extensão da durabilidade;
  • sustentabilidade.

Os graus de limpeza o ultraprofundos garantem uma limpeza completa. Além disso, o hidrojateamento também pode ser utilizado na limpeza de tubulações, resfriadores, reatores e outros maquinários na indústria petroquímica.

3 observações fundamentais

Como já mencionamos anteriormente, a limpeza offshore é um serviço muito específico. O trabalho feito enquanto a embarcação está no mar exige cuidados singulares. Este trabalho não tem nada a ver com fazer uma limpeza simplificada e descartar os resíduos em vias marítimas. Não! Trata-se de um conjunto que precisa seguir normas ambientais e de segurança, prezando sempre pela atitude preventiva.

A seguir, você conhecerá alguns tópicos importantíssimos no desenvolvimento da cadeia de processos para a limpeza de tanques de navios de petróleo

1. É preciso esvaziar os tanques por completo

Antes de que o serviço de limpeza comece, os tanques de navios petroleiros e cargueiros devem ser esvaziados por completo. A bomba principal não consegue coletar todos os resíduos. Assim, os aproximados 60 litros que sempre restam precisam ser esvaziados por inteiro.

Em casos como esse, é preciso apelar para o trabalho manual. Lembre-se que essa tarefa toma tempo e expõe o funcionário ao perigo, já que estamos falando de resíduos inflamáveis. O máximo de cuidado é requerido.

2. Tecnologias são bem-vindas

Apesar de citar a necessidade de trabalho manual no quesito acima, queremos ressaltar a importância do uso de tecnologias eficiente para as limpezas offshore. Além de tornar o trabalho mais seguro, elas podem oferecer produtividade com a otimização do tempo e excelência do serviço que dispensa retrabalho.

A utilização de unidades de limpeza a vácuo é um exemplo de tecnologia extremamente útil e tecnológica.

3. É preciso muita responsabilidade e eficiência

A responsabilidade é grande. Os navios petroleiros e cargueiros fazem parte de operações pesadas e em contato com a vida marítima. Executar limpeza de tanques em grandes alturas e profundidades não é uma tarefa simples ou descartável. É essencial e alarmante,

Para gerar um resultado eficiente e sem danos, é importante evitar produtos químicos, principalmente, por conta das particularidades no momento do descarte. E por falar em descartar, os resíduos coletados precisam de tratamento específico desde o armazenamento até o transporte para terra firme, bem distante das profundezas do oceano.

Serviço de fundamental importância!

Como vimos até aqui, a limpeza de tanques de navios de petróleo tem importância crucial. Um serviço exigente que requer atenção para quesitos de responsabilidade social, ambiental e econômica.

As empresas que estão por dentro das novas tecnologias e trabalham com profissionais qualificados e interessados no aprimoramento das técnicas são as grandes indicadas para a realização desse trabalho. Empresas como a C-Tank, que se importa com o respeito ao meio ambiente e se responsabiliza pelo tratamento adequado em todos os processos da higienização.

Entre em contato com nosso plantão e descubra como podemos ajudar sua empresa. Atendemos pelo (21) 3619-7576, (21) 3030-1890 ou (21) 99660-4510. Ligue e agende uma visita da nossa equipe técnica e tire suas dúvidas sobre a limpeza de tanques de navios.