Por mais que possa parecer menos prioritária, a higienização na indústria é uma das atividades mais importantes para o ambiente de trabalho. Ela influencia diretamente na qualidade de todos os processos, aumentando os níveis de produtividade e saúde. Mas como fazer o planejamento de limpeza ideal?

O cenário industrial pode propiciar a difusão de vírus, bactérias e fungos, elevando o risco de contração de doenças ou acidentes de trabalho provocado por sujeiras escorregadias e coisas do tipo. Isso sem falar no quanto o odor desagradável pode impactar negativamente o ambiente.

O papel de entender a importância do planejamento de limpeza industrial não cabe só a quem limpa, mas também aos gestores. Por isso, neste post você entenderá mais sobre os efeitos positivos de cronograma bem feito, bem como aprenderá a criar uma escala perfeita para a rotina da sua empresa. Vamos lá?

A importância da elaboração de um planejamento de limpeza na indústria

Toda empresa precisa ter processos bem definidos. Nessa escala de organização, inclui-se a criação de uma agenda que separe atividades por prioridades e determine a execução e conclusão das atividades. Esse processo de gestão não só aprimora a qualidade processual, como também fortalece no legado da empresa, que passa a contar com um tipo de manual de instruções do conjunto de tarefas.

Indústrias costumam ser espaçosas e conter várias cadeias produtivas. Sendo assim, quando não há um norte para as atividades empregadas, fica muito mais difícil manter um padrão.

Atuando como um verdadeiro guia para o gestor, o planejamento de limpeza industrial é uma ferramenta que facilita o supervisionamento de todo o trabalho executado. Para além disso, é por meio dele que se enxerga se as tarefas estão sendo executadas de forma correta, e o que precisa ser corrigido, eliminando retrabalho.

Um dos recursos mais famosos nesse procedimento é checklist. Ele funciona como uma lista de tudo o que deve ser feito no prazo determinado. Dentro disso, é possível dividir as ações entre aquelas que exigem atenção diária, semanal ou mensal, podendo variar entre segmentos. Continue acompanhando para saber como criar o cronograma perfeito.

Como montar o seu planejamento

Um planejamento de limpeza industrial considera, sobretudo, a periodicidade das ações listadas. Locais com alto fluxo de pessoas diariamente exigem ações diárias de modo diferente de espaços menos agitados.

É claro que diversas ações podem ser generalizadas, mas é também muito importante criar um cronograma que se encaixe com a realidade de cada empresa, de modo personalizado.

Para que você monte seu planejamento, daremos dicas sobre atividades aplicadas a alguns segmentos comuns de fábrica.

Limpeza diária

Uma área que exemplifica a demanda de cuidados diários é a indústria alimentícia. O cronograma deve ser muito bem-feito, por conta da relação direta com resíduos de ingredientes ou do produto pronto.

Para lidar com o volume de sujeira seja alto, esse setor precisa contar com uma mão de obra especializada e experiente com higienização industrial em empresas de alimento. É essencial acompanhar os requisitos Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC). Dentre as regras de proteção, a análise regula o uso de uniforme especial para esse tipo de procedimento (como luvas, toucas, e bigodeiras) e as proibições (como o uso de joias, perfumes e cremes).

Na limpeza diária, deve-se incluir os banheiros, cozinhas, refeitórios, entrada e lixeiras. Todos os produtos em uso devem ser liberados pela Anvisa. Isso diminui os riscos de contaminação.

Busque entender a frequência com que a sua empresa lida com resíduos e volume de lixo. Caso a frequência não seja tão alta como no exemplo que demos, você pode optar por procedimentos generalizados entre os segmentos industriais. Confira a seguir:

Limpeza semanal

Uma faxina completa nas instalações pode ser feita uma vez por semana. No entanto, tudo depende do tamanho da indústria, fluxo de pessoas e acúmulo de impureza.

É fundamental que uma equipe capacitada haja com conhecimento do segmento industrial. O manuseio de produtos para limpeza de maquinário e os equipamentos não é tão simples e exige cuidado. É muito comum, por exemplo, fazer uso do dióxido de carbono e gelo seco. Sobre os cuidados, que podem ser incluídos no cronograma semanal estão:

  • escadas;
  • salas de armazenamento (máquinas e arquivos);
  • móveis como prateleiras e estantes;
  • elevadores;
  • paredes (dependendo do setor, pode ser mensal);
  • estacionamentos;
  • garagens;
  • corredores;
  • locais altos;
  • alguns tipos de máquinas.

Limpeza mensal

A indústria farmacêutica, ao contrário do que muitos pensam, é um bom exemplo de limpeza industrial mensal. Neste segmento, a atenção especial vai para os padrões de segurança e sanitários. Sendo que todos os produtos devem ter certificação da Anvisa.

Os equipamentos e produtos utilizados para este tipo de limpeza específico não podem, sob hipótese alguma, contaminar matérias-primas, produtos prontos e máquinas.

Vale lembrar que a manipulação de substâncias químicas requer um cuidado com esterilização dos equipamentos de contaminação. No dia da limpeza, a produção costuma ser paralisada parcial ou totalmente, sendo impossível realizar um serviço de qualidade sem tal condição. Já que as atividades normais deverão ser retomadas o quanto antes possível, a limpeza deverá ser feita, mais do que nunca, por equipe capacitada e experiente.

Um planejamento seguido sem contratempos reduzirá ou anulará o risco de atrasos no cronograma. Portanto, adiante procedimentos, etapas e prazos com o s responsáveis pela limpeza antes da execução do trabalho, planejando tudo com antecedência.

Dentre as ações mensais de higienização que podem ser feitas, podemos citar:

  • higienização interna do estoque, armários e despensa;
  • limpeza das portas, paredes, e estruturas das janelas com destaque para o vidro;
  • limpeza de locais altos e pouco frequentados por pessoas.

Como você viu, a higienização é essencial na indústria, e pode ser dividida de acordo com prioridades. Fazer tudo ao mesmo tempo pode ser um tiro pela culatra, confundindo o time e possibilitando que ações não sejam realizadas em função da simultaneidade de atividades.

Lembre-se de deixar especificado no planejamento de limpeza a ordem exata das ações, bem como a periodicidade e prazos temporais. Assim, nada será deixado de lado.

Se interessou por saber como funciona a limpeza de tanque? Então confira nosso artigo específico sobre esse serviço.